Uso TestLink

De Wiki Expresso V3
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo

Introdução

TestLink é um sistema gerenciador de testes baseado em ambiente Web. Portanto, deve ser instalado em ambiente servidor e acessado via browser pelo usuário. Esta Cartilha pretende introduzir fundamentos de uso do TestLink, na forma de um roteiro na gestão de testes. Manual de usuário pode ser encontrado em www.teamst.org ou TestLink.sourceforge.net.

O TestLink possui três conceitos básicos:

projeto de teste 
plano de teste 
usuário  

Os demais dados são decorrentes (relações ou atributos) destes três.

Terminologia

  • Casos de Teste - descrevem uma tarefa testável por meio de passos (ações, cenários) e espera resultados.

Casos de Testes são a parte fundamental do TestLink.

  • Suite de Teste - (suite de caso de teste) organiza Casos de Teste em unidades. Ela estrutura as especificações

de teste em partes lógicas.

  • Plano de Teste - é criado quando você estiver pronto para executar os Casos de Teste. Planos de Teste

podem ser elaborados sobre os Casos de Teste do corrente Projeto de Teste. O Plano de Teste inclui builds, marcos, usuários designados e resultados de teste.

  • Projeto de Teste - é essencial que deva existir para sempre no TestLink.
O Projeto de Teste deverá resistir a muitas versões diferentes ao longo de seu ciclo de vida. 
O Projeto de Teste inclui Especificação de Teste com Casos de Teste, Requisitos e Palavras Chaves.
  • Usuários - dentro do projeto têm regras definidas. Cada usuário do TestLink tem uma regra que define

funcionalidades disponíveis do TestLink.

Estrutura do TestLink

Testlink1.jpg

Roteiro Básico de uso

  • Criar o Projeto de Testes (por sistema, por exemplo Projeto Expresso).
  • Modelar a Especificação de Requisitos (opcional).
  • Modelar a Especificação de Testes (elaborar Casos de Teste e agrupar em Suites de Teste que representam Funcionalidades ou Casos de Uso do sistema).
  • Atribuir Casos de Testes aos Requisitos (opcional).
  • Criar Plano de Testes para iteração/versão a ser testada (por projeto de software, desenvolvimento ou manutenção).
  • Atribuir Casos de Teste ao Plano de Testes (conforme escopo da iteração; um CT pode fazer parte do escopo de mais de um Plano de Testes).
  • Atribuir Casos de Teste aos testadores para execução(Obrigatória para exibição correta de determinados relatórios a partir da versão 1.9 do testlink).
  • Criar uma Build/Baseline para execução dos testes (por Bateria de testes; cada Build/Baseline (re-execução dos testes) é uma Bateria).
  • Executar os Testes
  • Gerar Log de Teste a partir do relatório Métricas da consulta(Menu Resultados)

Testlink193 1.jpg


Figura Acima: Tela da versão 1.9.3 do Testlink

Exemplo da organização dos elementos de Projeto

Testlink2.jpg

Administração

Configuração de contas de usuário

Ao proceder-se a instalação do TestLink, a conta de usuário “Admin” com direitos de administrador é criada, permitindo dar-se início ao cadastramento de usuários.

Cada usuário do sistema será capaz de editar seus próprios dados via janela “Configurações da Conta” (Clicando no link 'pessoal' na barra de menu - Ele se localiza ao lado do link 'SAIR'). Ele pode modificar seu nome, sobrenome, e-mail, local (que define o idioma em que aparecem as opções do testlink) e trocar a senha de acesso quando quiser, porem não será permitido a mudança do login.

Testlink5.png

O TestLink permite, aos usuários com direitos de administrador, criar, editar e excluir usuários no sistema. No entanto, o TestLink não permite que os administradores possam ver ou modificar as senhas dos usuários. Se usuários esquecerem suas senhas, Há um link(Lost Password?) na tela de login que irá enviar ao usuário a sua senha, baseada em seu nome e e-mail informado.

Testlink6.png

Testlink7.png


Permissões e Papéis

Item em revisão, não considerar no momento!

O usuário pode ver seu papel atual, ao lado do nome de Login, na linha superior da janela TestLink. Cada usuário tem um papel "genérico" que se aplica em todos os projetos. O administrador pode atribuir um papel específico para um determinado projeto. Os usuários podem ter papel modificado também para um particular Plano de Teste.

Normalmente são utilizados 4 níveis de permissão diferentes, como segue:

- **Guest**: só tem permissão para ver casos de teste, relatórios e métricas; não pode modificar nada.

- **Tester**: tem permissões para ver e executar testes que lhe são atribuídos.

- **Senior Tester**: tem todas as permissões de um tester, e também pode criar e gerenciar casos de teste,planos de teste,requisitos,baselines além de atribuir direitos, criar metas e gerir palavras-chave.

- **Administrator**: Um administrador tem todas as permissões possíveis (de Senior Tester mais a capacidade de gerenciar usuários do testlink).

Mudanças destes direitos são tratadas pelo link de “Administração de Usuários”, que é acessível pelos administradores. Estes também podem adicionar novos papéis personalizados e modificar os já existentes.

Ao visualizar a tabela (em Atribuir Papéis) você vai ver as linhas para cada um dos níveis de permissões (guest, tester, design tester, senior tester, leader, administrator). A segunda coluna contém todos os diferentes níveis de direitos, que será definida a seguir. Esses níveis foram determinados como padrão de uso, mas eles podem ser editados para definir novos papéis (por administrador experiente).


Plano de Teste e atribuição para usuários

Os usuários podem executar apenas os Planos de Teste atribuídos. A fim de obter permissões de Plano de Teste, um usuário com status de líder ou de administrador deve dar-lhes direitos através do link abaixo de "Gerenciamento de Plano de Teste" / "Permissão do Usuário”.

Por padrão, todos os usuários do sistema não tem permissão para ver os Planos de Teste recém-criados (excepto para os criadores do plano de teste que pode dar-se às permissões de criação).

Projetos de Teste

Projetos de Teste são a unidade básica de organização do TestLink. Na empresa, projetos podem ser produtos ou soluções que poderão mudar suas características e funcionalidades ao longo do tempo, mas para a maioria permanecem os mesmos. O Projeto de Teste inclui documentação de requisitos, Especificação de Teste, Planos de Teste e direitos específicos de usuário.

Projetos de Teste são independentes e não compartilham dados. Considere a utilização de apenas um Projeto de Teste para uma equipe de teste e/ou um produto.

Para criar um novo Projeto de Teste exige direitos de administrador. Cada projeto de teste deve ter um único nome. Há uma área de texto para caracterizar o objeto do projeto. Existem vários recursos que são ativado / desativado no nível de projeto de teste:

1. Administrador pode habilitar requisitos de funcionalidade relacionada.
2. Cores de fundo podem ser atribuídas aos modelos de Projetos de Teste para distingui-los visualmente (o recurso deve ser habilitado primeiro na   
   configuração).
3. Priorização de teste poderia ser ativado para poder selecionar os testes apropriados definido em tempo limitado.
4. Suporte a Teste de automação pode ser ativado também.

Aspectos para observar ao criar um novo projeto de teste

- Exclusão de Projetos de Teste do sistema não é recomendada, pois isto torna órfãos um grande número de Casos de Teste ou exclui os Casos de Teste do sistema.

- Planos de Teste representam um ensaio de um Projeto de Teste em um determinado ponto no tempo. Por conseguinte, os Planos de Teste são criados a partir de Casos de Teste do Projeto Teste. Não se recomenda criar Projetos de Teste em separado para as versões de um produto.

- TestLink suporta a importação de dados XML ou CSV em um projeto de teste.

Especificação de Testes

O TestLink decompõe a estrutura da especificação de teste em Suítes de Teste e Casos de Teste. Estes níveis são persistentes em todo o aplicativo. Um projeto de teste tem apenas uma especificação de teste.

Suítes de Teste

Usuários organizam Casos de Teste dentro de Suítes de Teste. Cada Suíte de Teste consiste de um título, descrição formatada de Casos de Teste e possivelmente outras Suítes de Teste. TestLink utiliza estrutura de árvore para Suítes de Teste.

A prática comum é que a descrição contenha informações válidas para a maioria dos dados incluídos. Como exemplo o seguinte pode ser especificado: escopo dos testes incluídos, configuração padrão, condições prévias, links para documentos relacionados, lista de ferramentas, síntese de infra-estrutura, etc

A criação de uma ou mais Suítes de Teste é um dos primeiros passos na criação do seu Projeto de Testes. Usuários (com direito de editar) podem criar, excluir, copiar, mover, exportar e importar Suítes de Teste e Casos de Teste, ambos aninhados. Título e descrição podem ser modificados também.

    • Vamos adotar a prática de criar suites de testes por requisito (Caso de Uso, Regra de Negócio ou Funcionalidade). O nome da Suite deve fazer referência ao nome do requisito permitindo, assim, rastreabilidade.**


Casos de Teste

Caso de Teste é um conjunto de entradas (dados), pré-condições de execução e resultados esperados (resultados), desenvolvido para um objetivo específico, como para praticar um determinado caminho programado ou para verificar o cumprimento de uma exigência específica.

Casos de Teste tem os seguintes atributos:

- Identificador de um Caso de Teste é atribuído automaticamente pelo TestLink, e não pode ser alterado pelos usuários. Essa identificação compõe-se de prefixo do Projeto de Teste e de um contador relacionado ao Projeto de Teste em que o Caso de Teste está criado.

- Título: poderia incluir qualquer descrição curta ou abreviatura (por exemplo, TL-user-login)

- Resumo - *Na versão 1.9.3 foi desmembrado em 2 campos separados(OBJETIVO e PRÉ-CONDIÇÃO)*: deve ser muito curto, apenas para visualização, introdução e referências. Testlink criarCT.png

- Passos: descrever o cenário de teste de ações (ações de entrada); também pode incluir pré-condição e informações de limpeza.

A partir da versão 1.9.3 não existe mais o atributo Passos propriamente dito, que passa a ser substituido pelo atributo Ações do Passo, além disso passa a ser permitido que cada passo fique em um campo separado.

Criarpasso1.jpg Criarpasso2.jpg

- Resultados esperados: descrever pontos de controle e comportamentos esperados de um produto ou sistema testado.

    • OBS: por padrão, vamos adotar a prática de não utilizar o campo "Resultados Esperados", elaborando os casos de testes na ordem sequencial de ações do testador e respostas do sistema, no campo "Passos".

- Anexos: pode ser adicionado se a configuração permite.

- Importância: Projetista de Teste pode definir a importância do teste (alto, médio e baixo). O valor é utilizado para calcular prioridade no Plano de Teste.

- Tipo de execução: Projetista de Teste pode definir o apoio de automação do teste (manual / automática).

- Campos personalizados: administrador pode definir os parâmetros próprios para aumentar a descrição do processo de teste ou categorização. Campos personalizados grandes (mais de 250 caracteres) não são possíveis. Mas a informação poderia ser adicionada ao pai Suíte de Teste e referido por campos personalizados.

Caso de Teste Template

Adotamos o seguinte padrão para Casos de Testes, o qual pode ser encontrado na especificação de testes dos principais sistemas no Testlink sob o título CasoDeTesteTemplate:

Campo TÍTULO:

  • [Informar o nome do Caso de teste. Esta informação vai ser "copiada" para o campo correspondente no Mantis, no caso de relato de bugs.]*

Campo OBJETIVO:

  • [Informar o nome do Caso de Uso ou Regra de Negócio no formato "ECU Nome" ou "RNG Nome". Esta informação vai ser "copiada" para o campo correspondente no Mantis, no caso de relato de bugs.]*

Versão do artefato: [indicar a versão do caso de uso ou regra de negócio e a data, conforme "Histórico de Versões".]*

Objetivo:

  • [Informar o Objetivo deste caso de teste (o qual não é necessariamente igual ao objetivo do caso de uso, pois deve ser mais específico).]*

Campo PRÉ-CONDIÇÃO:

  • [Informar Pré-condições:]*
  • [Informar as pré-condições para este caso de teste]*

Campo PASSOS:

  • 1. Passo 1;*
  • 2. Passo 2;*
  • 3. Passo 3;*
  • [Passos são ações do usuário e respostas do sistema. Devem começar com verbos no infinitivo (selecionar, informar, excluir, clicar, etc) para ações do usuário e com a expressão "O sistema" para respostas do sistema (o sistema permite...; o sistema exibe uma lista....; o sistem grava...; o sistema calcula...). Cada resposta do sistema, representa um ponto de verificação, por exemplo:*
  • 1. Selecionar tal opção;*
  • 2. O sistema exibe/marca tal opção como selecionada;*
  • 3. Informar o valor tal par campo x;*
  • 4. O sistema exibe o valor tal no campo x.]*
    • O usuário deve escolher se a partir da versão 1.9.3, irá colocar todos os passos no que o testlink denomina passo 1 ou inclui passo por passo separado na ferramenta.**

Roteiros Específicos

A seguir, alguns roteiros para uso passo-a-passo por papéis específicos que participam do processo de testes:

Roteiro básico para Lider de Projeto

O Líder de Projeto e o Líder de Teste podem consultar a especificação dos Casos de Teste e os Resultados da execução.

Para consultar a especificação dos **Casos de Teste** são necessárias as pré-condições:

- A especificação de teste estar escrita (projeto).

- Ter direitos adequados para a especificação dos Casos de Teste.

O Líder deverá então:

- Posicionar-se no Projeto de Teste adequado (vide barra superior)

- Selecionar a opção "Especificação” no menu superior ou o link "Editar Casos de Teste" na página principal para navegar a janela "Especificar Testes".

- Utilizar o painel da esquerda, contendo alguns filtros e menu em árvore, para selecionar cada Caso de Teste de interesse, que poderá estar agrupado em suítes.

- Observar no painel da direita o conteúdo resultante do projeto de cada Caso de Teste.

Para consultar os **Resultados e andamento da execução** são necessárias as pré-condições:

- A especificação de teste estar escrita (projeto).

- Um plano de teste estar criado.

- Casos de Teste estarem adicionados em Plano de Teste.

- Pelo menos uma Build/Baseline estar disponível (definida).

- Ter direitos adequados para acessar Resultados e Métricas.

O Líder, para acessar **relatórios de teste e métricas**, deverá então:

- Posicionar-se no Projeto de Teste adequado (vide barra superior)

- Selecionar a opção "Resultados" no menu superior ou o link "Relatórios e Métricas" na página principal. Relatórios e Métricas são selecionados com base no Plano de Teste.

- Escolher no painel esquerdo o Plano de Teste de interesse.

- Navegar no painel esquerdo para escolher um relatório e controles que afetarão o comportamento e a exibição do conteúdo no painel direito. Recomendamos as opções **Gráficos** ou **Métricas Gerais do Plano de Testes**.

- Observar no painel da direita a necessidade de preencher com instruções sobre como usar os controles e como cada relatório é produzido.

- Acionar o botão imprimir, no painel esquerdo, caso interessar-se pelo conteúdo do relatório mostrado no painel direito.

Roteiro básico para Testador

Execução de teste é o processo de atribuição de um resultado (aprovação, reprovação, bloqueio) para um Caso de Teste para uma Build/Baseline específica.

Para a execução do teste algumas pré-condições são requeridas:

- A especificação de teste estar escrita (projeto). - Um plano de teste estar criado. - Casos de Teste estarem adicionados em Plano de Teste. - Pelo menos uma Build/Baseline estar disponível (definida). - Ter direitos adequados para a execução com o presente Plano de Teste.

O Testador deverá então:

- Posicionar-se no Projeto de Teste adequado (vide barra superior)

- Selecionar a opção "Execução” no menu superior ou o link "Executar Testes" na página principal para navegar a janela "Execução de Caso de Teste".

- O Testador deverá selecionar no painel da esquerda uma de todas as Builds/Baselines ativas para disponibilizar os respectivos Casos de Teste, sendo que a Build/Baseline mais recente será definida por padrão.

- Navegar no painel da esquerda que permite acesso aos Casos de Teste através de um menu de árvore, e ajustes em configurações e filtros.

- Orientar-se na janela de execução, que mostra informações relevantes e o passo-a-passo, para execução do teste, e que também permite adicionar os resultados do teste. Estes resultados possíveis são: Não Executado, Passou, Com Falha, Bloqueado. Cabe acrescentar registros em Notas/Descrição, principalmente no caso de Falha, contendo o número do relato do Mantis.

Obervações: Cada caso de teste pode ser executado mais vezes por uma Build, mas é comum que apenas uma rodada de teste seja executada contra uma Build/Baseline para um Caso de Teste.

As Suítes de Teste no painel esquerdo são acrescidas por breve resumo de estado de teste por trás de um título colorido dependente dos resultados (contagem de Casos de Teste, Passou, Falhou, Bloqueados e Não Executados).

Um Caso de Teste **Bloqueado** significa que não foi possível testar, por alguma razão (por exemplo, um problema de configuração que não permite executar uma funcionalidade testada).


Aspectos defeituosos ou problemáticos

- A administração de caracteres especiais é problemática, prejudicando o uso de cedilha e acentos, com variações entre os browsers Internet Explorer e Firefox, para os registros na ferramenta.

- Utilizando a versão portuguesa da versão 1.8.2, os textos da própria ferramenta são visualizados com falhas -*CORRIGIDO desde a versão 1.8.4*.

- Para ambas situações, isto é, textos do aplicativo e do usuário, é possível adequar a visualização ao configurar (no menu exibir) Codificação igual a Unicode UTF8, sendo que esta solução só funciona no browser Firefox.*Não Necessita Mais*

- Outra situação problemática se apresenta em seu editor, que dispõe de uma série de defeitos, não completamente investigados. Vale alertar para a dificuldade no TestLink de aceitar textos advindos de editores contendo caracteres de controle (ocultos ao texto), que mesmo utilizando o botão disponível para isto não apresenta resolução adequada.

- Se num determinado intervalo de tempo não houver alterações no testlink, ele "cai" e perde todo trabalho não salvo. Exemplo: Quando está sendo criado um caso de teste, para não perder trabalho é necessário salvar seu caso de teste mesmo não estando pronto, recomenda-se salvar qualquer coisa num intervalo de 15 minutos, muitos PRT já tiveram seus casos de teste perdidos por decurso de tempo do testlink, perdendo muito tempo tendo que recomeçar do zero, ou se quiser pode utilizar o gedit(editor de textos do gnome para fazer os Casos de teste e depois copiar para o testlink.*ISSO Continua acontecendo na versão 1.9.3*

Referência bibliográfica

[TestLink] – TestLink User Manual. TestLink version 1.8.

[TestLink] - Installation & Configuration Manual. TestLink version 1.8.

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas